Em Forconstellationslovers.com, fazemos a nossa pesquisa antes de escrever os artigos e consultamos especialistas para lhe fornecer um conte√ļdo √ļnico e de qualidade.

Constellation Coroa Austral (Corona Australis-CrA)



A Constelação da Coroa do Sul

√Č uma pequena constela√ß√£o que seria muito f√°cil de reconhecer se apenas suas estrelas fossem mais brilhantes: a mais brilhante (őĪ CrA) √©, na verdade, de quarta magnitude. Mas est√° numa posi√ß√£o que √© facilmente lembrada: est√° de facto ligada a Sagit√°rio, a sul do Teapot (Teapot), o asterismo bem conhecido que mencionei neste artigo.


De acordo com os par√Ęmetros escolhidos por mim para classificar as constela√ß√Ķes e falar sobre elas nesta s√©rie de artigos (em particular o n√ļmero de estrelas pr√≥ximas, o n√ļmero das maiores de um certo valor e o n√ļmero aparentemente muito baixo de objetos do c√©u profundo), a Coroa do Sul est√° no final da lista. Mas n√≥s sabemos que para n√≥s f√£s qualquer constela√ß√£o √© sempre fascinante! A facilidade de reconhecimento faz com que ele salte para a frente de muitas posi√ß√Ķes... e ent√£o sabemos que a Natureza tem muitas surpresas reservadas!

O nome, história e mito da Coroa Austral

A constelação da Coroa do Sul tem origens muito antigas, uma vez que já aparece em muitos textos clássicos.

Não é uma coroa verdadeira, mas uma coroa feita de folhas.

√Č uma das 48 constela√ß√Ķes descritas por Ptolomeu, que a conhecia como "guirlanda do sul". Sua proximidade com Sagit√°rio explica porque √†s vezes se diz que ele representa a coroa do centauro ou a aljava de suas flechas.


O mito mais conhecido relacionado com a constela√ß√£o √© o de Semele, filha do rei de Tebas, Cadmus e Harmonia. Zeus transformar-se-ia em ser mortal para conhecer secretamente a donzela. Mas para p√īr um fim ao adult√©rio, Hera, mulher de Zeus, por sua vez, tomaria a forma de uma velha amiga de Semele e lhe incutiria a semente da d√ļvida sobre o amante misterioso. Semele, agora gr√°vida de seis meses, pedia ao amante para revelar sua verdadeira identidade, mas quando Zeus recusava, ela o expulsava da cama. O deus furioso se mostraria ent√£o a ela, e a jovem infeliz, de acordo com as previs√Ķes de Hera, seria incinerada por um raio atingido por Zeus em um raptus. Em outra vers√£o, Zeus acatou o pedido da menina, mas a coisa foi fatal, j√° que nenhum mortal podia suportar a vis√£o dos deuses do Olimpo: ela foi incinerada. Diz-se que a crian√ßa por nascer foi cosida dentro da coxa do pai durante os meses restantes de gesta√ß√£o. Esse filho de Semel e Zeus era Dion√≠sio (Baco para os Romanos), que mais tarde desafiou os perigos do submundo para recuperar a alma de sua m√£e. Os deuses permitiram que Semeles se juntasse a eles no Olimpo e a sua guirlanda tornou-se a Coroa do Sul. Uma vers√£o diferente conta como Dion√≠sio chegou a um acordo com Hades, a quem ele pediu a alma, Hades em troca queria que Dion√≠sio deixasse no Submundo algo com o qual ele se importava particularmente. Dion√≠sio deixou sua planta favorita, a murta, na verdade a Coroa do Sul √© muitas vezes retratada nas cartas como uma grinalda de ramos de murta. Ent√£o foi Hades que o levou para o c√©u entre as estrelas.


Vejamos agora a representação da constelação nos mapas estelares que tomei como referência.

Em Uranometria, aparece como uma grinalda.

a Coroa do Sul, de acordo com a Uranometria

enquanto que, segundo Hevelius, é uma coroa.

a Coroa do Sul, segundo Hevelius.

e finalmente de acordo com o Stellarium

a Coroa do Sul de acordo com Stellarium

é retratado como um serto.

Uma estrela interessante

Dentro desta constelação existe uma estrela variável, R CrA, que apresenta nas proximidades uma nebulosa de emissão (NGC 6729), que veremos mais adiante em detalhe.

a estrela vari√°vel R CrA

A particularidade desta estrela é o seu movimento muito alto e em particular, de acordo com uma primeira estimativa, no entanto, contendo uma margem de erro ainda grande, em pouco mais de 220.000 anos poderia aproximar-se até 1,77 para o Sol. Entretanto, esperamos que o progresso tecnológico nos permita obter uma melhor estimativa das características da sua moto.


Objetos do Deep Sky

Na constelação da Coroa do Sul há uma série de objetos do céu profundo.

Comecemos pela nebulosa chamada Nebulosa Corona Australis, fotografada pelo Observat√≥rio Astron√īmico Australiano.

a bela Nebulosa da Coroa do Sul

Agora vemos dois aglomerados globulares cheios de estrelas, o primeiro dos quais é o NGC 6541,

o belo aglomerado globular NGC 6541

enquanto a segunda é a NGC 6723

o incrível aglomerado globular NGC 6723

Este é um detalhe da nebulosa de reflexão/emissão, que está próxima da variável R CrA, da qual já falei anteriormente.

a nebulosa de reflex√£o/emiss√£o NGC 6729

Finalmente, vemos um aglomerado de estrelas abertas chamado Coronet Cluster.

o aglomerado de estrelas abertas Coronet Cluster

Concluo este par√°grafo com o link para um pequeno mas interessante filme feito pela ESO, onde a partir da imagem da Via L√°ctea nos aproximamos cada vez mais da estrela vari√°vel R CrA e da nebulosa NGC 6729. Realmente sugestivo! Tem de ser visto no ecr√£ inteiro!

Nomes de estrelas e visibilidade

Esta constelação é a contraparte sul da Coroa Boreal, cuja estrela principal, como sabemos, se chama Alphecca: podemos esperar, portanto, que pelo menos a estrela mais brilhante desta pequena constelação tenha um nome

  • Alphecca meridiana (őĪ CrA): termo latino que indica a estrela Alphecca do Sul.

No que diz respeito √† visibilidade da constela√ß√£o, √† hora habitual e conveniente das 21 horas, est√° baixa no horizonte, a sudeste da √ļltima d√©cada de Julho. Culmina no Sul, cerca de dez graus acima do horizonte, nos primeiros dias de setembro, e depois fica em baixo no Sudoeste, na primeira d√©cada de outubro.



ParaConstellationsLovers √© um site criado pelos amantes da constela√ß√£o, o nosso objectivo √© partilhar toda a informa√ß√£o sobre o mundo das estrelas e da mitologia. Aqui pode encontrar tanto os significados das constela√ß√Ķes como a sua mitologia ou localiza√ß√£o, al√©m disso, pode jogar os melhores jogos de constela√ß√Ķes online. Descubra a hist√≥ria das constela√ß√Ķes e a sua beleza!
A Constela√ß√£o da Pomba (Columba - Col) ❯
Adicione um coment√°rio do Constellation Coroa Austral (Corona Australis-CrA)
Comentário enviado com sucesso! Vamos revisá-lo nas próximas horas.